0 Desvendando mitos sobre a pele oleosa

Você sofre com oleosidade em excesso? Pois saiba que não está sozinha: no Brasil, esse é um problema comum a nada menos que 70% das pessoas com idade até 24 anos. Nessa fase, os meninos são os mais afetados. Depois dos 35, a porcentagem de "sofredores" cai para 30%. Só que, diferentemente da adolescência, na fase adulta a pele oleosa é mais comum em nós, mulheres. Para saber se você também faz parte desse contingente, faça uma boa avaliação na frente do espelho, respondendo:

1. Há regiões da sua face que brilham, como a ponta do nariz ou a testa?
2.Você consegue ver cravos pretos ou espinhas?
3. Seus poros são largos?

Caso tenha dito sim às perguntas anteriores, bem-vinda ao clube! É verdade que todos esses fatores são determinados geneticamente. Mas há muito o que fazer para controlar e diminuir a produção das glândulas sebáceas - vilãs da história. Para descobrir o melhor caminho, levamos as dúvidas mais comuns a um time de experts.
Hidratantes deixam a pele ainda mais brilhante?
Não. Se a sua fica mais oleosa após o uso desse tipo de cosmético, provavelmente você está aplicando produtos errados, que levam óleo na fórmula. "Procure hidratantes formulados especificamente para o seu tipo de pele. Eles se apresentam, geralmente, como gel-creme ou sérum," indica Jardis Volpe, dermatologista (SP). Só não vale dispensar completamente o produto e largar mão da hidratação. "A pele tratada tem menos chance de sofrer o efeito rebote - que ocorre quando a camada natural de óleo e água é retirada em excesso e, para compensar, as glândulas sebáceas produzem ainda mais sebo", diz Volpe.
A franja da moda pode causar o aparecimento de espinhas?
Cabelo sobre a testa é capaz de aumentar a incidência de acne nesta região, sim. Isso acontece por dois motivos: os fios agem como uma espécie de "ponte", levando óleo do couro cabeludo até a pele, e também porque impedem a respiração local, aumentando a produção de sebo. Mas isso não é motivo para desistir. Algumas medidas simples podem ajudar: em casa, prenda a franja com um grampinho, deixando a testa livre para respirar, e não descuide da higiene na área, seguindo o passo a passo de limpeza indicado nesta reportagem.
Usar maquiagem é prejudicial?
Depende. As mais pesadas podem obstruir os poros e aumentar a oleosidade. Já um make mais fluido, leve, pode ser uma opção para disfarçar acne e manchas. Uma boa dica é apostar num protetor solar em pó, que disfarça bem as imperfeições e regula o brilho. Mas não esqueça: use sempre um demaquilante no fim do dia, se quiser ficar mesmo livre das danadas.
O que devo fazer para diminuir os poros?
Primeiro, esqueça a idéia de que eles aumentam ou diminuem! "Isso não existe", diz Maria Mercedes Granja, dermatologista (SP). Ela explica que o tamanho desses orifícios faz parte da constituição biológica de cada pessoa, e a pele oleosa costuma tê-los mais abertos. "Um peeling leve, como o de ácido retinóico, pode ajudar. Ele diminui a espessura da pele e os poros ficam mais 'rasos'. Visualmente, parecem menores", diz a médica. Jardis Volpe indica o Gênesis, um laser que melhora o nível de gordura da pele e a sua aparência. "São necessárias entre seis e oito sessões, que podem ser semanais ou quinzenais", diz.
Qual é o caminho da limpeza facial perfeita?
Siga este ritual duas vezes por dia: - Comece com um gel higienizante ou sabonete líquido. Enxágüe bem com água fria ou morna.
- Com um algodão, passe tônico adstringente.
- Finalize com uma hidratação, usando produtos livres de óleo.
Quem tem acne deve seguir uma dieta específica?
Sim. "Alimentos como chocolate e amendoim podem aumentar a produção de sebo em algumas pessoas. Se é o seu caso, reduza ou corte essas opções do cardápio", ensina Maria Mercedes. Douglas Carignani, nutrólogo (SP), recomenda: "Diminua açúcar, fast-food e alimentos com farinha branca. E inclua maçã com casca na dieta. Ela limpa o intestino, e isso refletirá na saúde da pele."
Usar hidratante e filtro solar juntos deixa a pele ainda mais pegajosa?
Não, desde que os dois produtos sejam adequados para o seu tipo. "Quem tem mista, por exemplo, deve apostar em um hidratante oil-free e um filtro em gel-creme. Ambos os veículos são indicados", diz Carla Albuquerque, dermatologista (SP). Vale lembrar que o hidratante deve ser aplicado sempre antes do filtro solar!

Por que ficam "buraquinhos" neste tipo de rosto?
As marcas são cicatrizes deixadas por espinhas mais profundas. Para se livrar delas, é preciso visitar um dermatologista, já que elas não são fáceis de serem eliminadas. O especialista pode recomendar um tratamento com isotretinoína oral, lasers como o Fraxel e o Pearl, ou ainda peelings de ácido retinóico, tricloroacético ou fenol.

Existe alguma fórmula caseira para ajudar na redução do óleo?
Adriana Vilarinho, dermatologista (SP), dá a receita: leve 225 ml de água filtrada ao fogo, até levantar fervura. Junte ½ xíc. (chá) de folhas de sálvia frescas e bem lavadas. Apague a chama, abafe e deixe em infusão por 10 minutos. Coe e espere esfriar. Coloque o líquido em uma garrafa com tampa e guarde na geladeira. Use para higienização ao acordar e antes de dormir.

Se lavo a face mais de duas vezes ao dia, algumas regiões ficam muito secas.
Pára tudo! O costume de passar sabonete em excesso só piora o problema, ressecando algumas áreas e deixando outras ainda mais oleosas. "Limpar a pele de manhã e à noite, sempre com um produto específico, já é o suficiente", avisa Carolina Ferolla, médica dermatologista (SP).

Fonte: Site Corpo a Corpo

0 comentários:

Página Anterior Próxima Página Home
 

Copyright © 2011 Blue Jeans! Elaborado por Marta Allegretti
Usando Scripts de Mundo Blogger